ANÁLISE DOS INTERMETÁLICOS COMPLEXOS ORIUNDOS DA SOLIDIFICAÇÃO DA LIGA AL-33%CU-1%NI-1,2%TA
PDF (Português (Brasil))

Keywords

Intermetálicos complexos
microestrutura
solidificação
ligas de alumínio

How to Cite

Jesus, W. B. S. de, Silva, V. L. da, Lima, E. de S., Nascimento, L. G. da S., & Silva, M. A. P. de S. da. (2024). ANÁLISE DOS INTERMETÁLICOS COMPLEXOS ORIUNDOS DA SOLIDIFICAÇÃO DA LIGA AL-33%CU-1%NI-1,2%TA. REVISTA FOCO, 17(6), e5296 . https://doi.org/10.54751/revistafoco.v17n6-010

Abstract

Quando metais com diferentes tendências de doação ou recepção de elétrons se combinam quimicamente, eles formam compostos intermetálicos com uma proporção fixa e uma estrutura cristalina definida. Esses sistemas representam um caso especial de ligação, onde os elementos metálicos se organizam em um padrão regular no estado sólido, geralmente resultando em materiais de dureza e fragilidade significativas (Wegener et al., 2019; Furukawa, S., & Komatsu, T., 2017). Os intermetálicos complexos constituem uma classe especial de ligas, compostas por quasicristais e outros sistemas ordenados, que possuem células unitárias grandes e podem exibir propriedades mecânicas excepcionais, como alta resistência, dureza e tenacidade, mesmo em temperaturas elevadas. Essas propriedades são atribuídas à sua estrutura cristalina intrincada, que muitas vezes exibe arranjos ordenados de átomos em escala atômica (Heggen, 2010). Considerando que a formação e distribuição dos intermetálicos varia de acordo com o processo de solidificação, o presente estudo realizou a caracterização macro e microestrutural de uma liga Al-33%Cu-1%Ni-1.2%Ta após sua solidificação em um dispositivo unidirecional ascendente com fluxo de calor transiente. As micrografias obtidas através de microscopia óptica (MO) e microscopia eletrônica de varredura (MEV) revelaram estruturas dendríticas sem direção preferencial de crescimento, além do desenvolvimento de intermetálicos complexos (Al3Ta, Al2Cu, Ni3Ta e Ta (Cu, Al) formados ao longo do processo, favorecidos pela presença de níquel (Ni) e tântalo (Ta). Resultados semelhantes, referentes às fases intermetálicas, foram previamente relatados em estudos anteriores, como o de Braga et al. (2021), o que fortalece a validade dos resultados deste trabalho. Compreender o processo de formação desses intermetálicos, bem como suas contribuições no desempenho mecânico da liga, pode contribuir na seleção de um material com as propriedades desejadas para aplicações específicas.

https://doi.org/10.54751/revistafoco.v17n6-010
PDF (Português (Brasil))

References

D.S. Braga; M. A. S. Júnior; S. M. S. O. Araújo; L. G. S. Nascimento. Processo de fabricação das ligas Al-5%Cu e Al-5%Cu-1,5%Ni com solidificação em regime transiente de fluxo de calor, análise da microestrutura e dureza. IN: Congresso Internacional de Engenharia Mecânica e Industrial. Anais. Belo Horizonte, 2021.

E. Wegener; B. Bukowski; D. Yang; Z. Wu; A. Kropf; W. Delgass; J. Greeley; G. Zhang; J. Miller. Compostos Intermetálicos como Alternativa aos Catalisadores de Liga de Átomo Único: Estruturas Geométricas e Eletrônicas a partir de Espectroscopias Avançadas de Raios X e Estudos Computacionais. Eur. Jour. Cat. v. 12, n. 5, p. 195-206, 2019.

M. Heggen; M. Feuerbacher; J. Ivkov; P. Popčević; I. Batistić; A. Smontara; M. Jagodič; Z. Jagliči; J. Janovec; M. Wencka; J. Dolinšek. Propriedades físicas anisotrópicas do complexo intermetálico T-Al72.5Mn21.5Fe6.0 de fase Taylor. Rev. Fís. v. 81,

n. 30, p. 184-204, 2010.

S. Furukawa; T. Komatsu. Compostos Intermetálicos: Materiais Inorgânicos Promissores para Ambientes de Reação Bem Estruturados e Modificados Eletronicamente para Catálise Eficiente. Rev. Cat. ACS. v. 7, n. 4, p. 735-765, 2017.

Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.