VENTILAÇÃO NÃO INVASIVA NA DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA (DPOC)
PDF (Português (Brasil))

Keywords

Ventilação não invasiva
doença pulmonar obstrutiva crônica
dispnéia

How to Cite

Silva, M. L. M., de Souza, L. C. R., Souza, L. G. L. da S., Papa, Y. G. da C., Jorge, R. F., & Leite, J. M. S. (2023). VENTILAÇÃO NÃO INVASIVA NA DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA (DPOC). REVISTA FOCO, 16(11), e3755. https://doi.org/10.54751/revistafoco.v16n11-214

Abstract

Introdução: Os Pacientes portadores da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) queixam-se de dificuldade em realizar atividades de vida diária (AVD’s) e exercícios fundamentais para manutenção do controle da doença, devido dispnéia que pode ser leve, modera e grave. A hiperinsuflação dinâmica (HD) é considerada um dos mecanismos ventilatórios que pode contribuir para o aumento da dispnéia e limitação dessas atividades. Com o intuito de reduzir a HD, originada do aumento da demanda ventilatória, propõe-se a utilização de sistemas de ventilação com pressão positiva de forma não invasiva por meio de diversas marcas, modelos e interfaces de fácil manuseio e grande benefício ao paciente com AVD’s, gerando incremento da capacidade pulmonar, diminuição da dispnéia aos mínimos e médios esforços. Objetivo: Avaliar a eficácia da intervenção com Ventilação não invasiva (VNI) no paciente com DPOC. Metodologia: Foi realizada uma revisão sistemática de ensaios clínicos, randomizados ou não, publicados entre os anos de 2010 a 2019. Resultados/Considerações finais: A ventilação não-invasiva é eficaz e traz benefícios ao paciente com DPOC auxiliando na diminuição da dispnéia, redução das internações hospitalares, a necessidade de intubação orotraqueal (IOT), o tempo de internação e a mortalidade hospitalar, traz melhor tolerância ao exercício, quebrando o ciclo dispnéia/ sedentarismo e consequente melhora da qualidade de vida destes pacientes.

https://doi.org/10.54751/revistafoco.v16n11-214
PDF (Português (Brasil))

References

– Zonzin GA, Clemente RSG, Correia JV, Silveira JCDF, Costa AF. O que é importante para o Diagnóstico da DPOC? Pulmão RJ. [periódicos da internet]. 2017;26(1):5-14. Disponível em: http://www.sopterj.com.br/publicacoes-revista-pulmao-rj/revista-pulmao-rj-2017-n1/ [acesso em 12 ago 2019].

– Rabe KF, Hurd S, Anzueto A, Barnes PJ, Buist SA, Calverley P, et al. Global strategy for the diagnosis, management and prevention of chronic obstructive pulmonary disease: GOLD executive summary. Am J Respir Crit Care Med. 2011;176:532-55.

– Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia. I Consenso Brasileiro de Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC). J Pneumol 2010;26:S1-52.

– Fromer L, Cooper CB. A review of GOLD guidelines for the diagnosis and treatment of patients with COPD. Int J Clin Pract. 2012;62:1219-3.

– Pessoa IMBS, Costa D, Velloso M, Mancuzo E, Reis MAS, Parreira VF. Efeitos da ventilação não invasiva sobre a hipersinsuflação dinâmica de paciente com DPOC durante atividade de vida diária com os membros superiores. Rev Bras Fisioter, São Carlos, V.16, n.1, p. 61-7, jan/fev.2012.

– CM Silva, Pinto Neto AC, Nepomuceno Júnior BRV,Teixeira HP, Saquetto MB, Souza-Machado A. Doença pulmonar obstrutiva crônica: atividade de vida diária e qualidade de vida. Rev Pesq Fisio. 2018;8(2):199-207. doi: 10.17267/2238-2704rpf.v8i2.1892

– Schmidbauer W, Ahlers O, Spies C e outros. O uso pré-hospitalar precoce da ventilação não invasiva melhora a insuficiência respiratória aguda na exacerbação aguda da doença pulmonar obstrutiva crônica. Jornal de Medicina de Emergência. 2011;28:626-627.

– Lightowler JV, Wedzicha JA, Elliott MW, Ram FSF. Non-invasive positive pressure ventilation to treat respiratory failure resulting from exacerbations of chronic obstructive pulmonary disease: Cochrane systematic review and meta-analysis. BMJ 2010; 326 :185.

– Passarini JNS. Ventilação não invasiva (VNI) em emergência: Preditores de sucesso ou insucesso em casos de insuficiência respiratória aguda decorrente do edema agudo de pulmão (EAP) e exacerbação da doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). [dissertação]. Campinas: Faculdade de Ciências Médicas/ UNICAMP; 2012. 80p.

– Graça NP, Abordagem da DPOC na terapia intensiva. DPOC na Terapia Intensiva - O que há de novo? Pulmão RJ. [periódicos da internet]. 2015;24(3):15-19. Disponível em: http://www.sopterj.com.br/publicacoes-revista-pulmao-rj/revista-pulmao-rj-2015-n3/ [acesso em: 12 ago 2019].

– Raghavan R, Ellis AK, Wobeser W, Sutherland KB, O'Donnell DE. Hemopneumothorax in a COPD patient treated with noninvasive positive pressure ventilation: the risk of attendant anticoagulation. Can Respir J. 2015 Mar;11(2):159-62.

– Mishra M, Chaudhri S, Tripathi V, Verma AK, Sampath A, Chauhan NK. Weaning of mechanically ventilated chronic obstructive pulmonary disease patients by using non-invasive positive pressure ventilation: A prospective study. Lung India. 2014 Apr-Jun; 31(2): 127–133.

– Correia, S. Ventilação não invasiva durante o exercício em pacientes com DPOC: revisão sistemática com meta-análise [tese]. Lisboa: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa/ IPL; 2013.78p.

Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.