PERFIL DE BIOMARCADORES HEPÁTICOS E SUA RELAÇÃO COM A ESTEATOSE HEPÁTICA
PDF (Português (Brasil))

Keywords

Função hepática
biomarcadores
esteatose

How to Cite

Ramos, N. S., Silva, V. L., Cruz, W. T. M., Chaves Neta, C. F., Pinheiro, L. N., da Conceição, J. N., & dos Santos, E. S. (2023). PERFIL DE BIOMARCADORES HEPÁTICOS E SUA RELAÇÃO COM A ESTEATOSE HEPÁTICA. REVISTA FOCO, 16(11), e3739. https://doi.org/10.54751/revistafoco.v16n11-197

Abstract

Introdução: A esteatose hepática corresponde o acúmulo de lipídios nos hepatócitos, causando lesão hepática, sendo considerada uma das doenças hepáticas mais prevalentes. As causas estão associadas ao consumo de álcool, estilo de vida e Diabetes Mellitus. O trabalho enfatiza os exames laboratoriais com utilização de biomarcadores hepáticos para o diagnóstico da doença. Objetivo: Relacionar o perfil de biomarcadores hepáticos com a esteatose hepática. Metodologia: O trabalho refere-se a uma revisão bibliográfica sobre a relação de biomarcadores hepáticos com a esteatose hepática. A busca foi feita nos bancos de dados de periódicos online Scielo, PubMed e Google Acadêmico. Discussão: Atualmente percebe-se aumento de casos da doença hepática gordurosa não alcoólica. Da população que tem a DHGNA as causas estão associadas a hábitos alimentares. Os pacientes têm quadro assintomático. Diante disso a utilização de exames laboratoriais para diagnóstico da esteatose hepática se torna importante, tendo em vista que as alterações desses marcadores podem levar ao diagnóstico da esteatose hepática e prevenção da doença. Conclusão:  a esteatose hepática é uma doença de grande prevalecia na população e suas causas estão relacionadas principalmente com hábitos alimentares e estilo de vida. Os exames laboratoriais com biomarcadores hepáticos são auxiliadores no diagnóstico da esteatose hepática.

https://doi.org/10.54751/revistafoco.v16n11-197
PDF (Português (Brasil))

References

ALVES, Marcelo Ribas; MARTINS, Otiliana Farias. RELAÇÃO ENTRE A RESISTÊNCIA À INSULINA E A DOENÇA HEPÁTICA GORDUROSA NÃO ALCOÓLICA.

BARROS COSTA, Fernando Gomes et al. Avaliação da prevalência da alteração de transaminases hepáticas em diabéticos tipo 2 Evaluation of the prevalence of altered hepatic transaminases in type 2 diabetics. Brazilian Journal of Health Review, v. 5, n. 1, p. 1843-1853, 2022.

BENDER, Júlia Gabrieli et al. AVALIAÇÃO DE LESÃO HEPÁTICA EM DEPENDENTES QUÍMICOS DE UMA COMUNIDADE TERAPÊUTICA DE ERECHIM/RS. In: Congresso Internacional em Saúde. 2019.

COSTA, Ana Isabel Conejo et al. AVALIAÇÃO DO PERFIL HEPÁTICO, DO CONSUMO ALIMENTAR E DE ÁLCOOL EM ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS. Revista Uningá, v. 58, p. eUJ3327-eUJ3327, 2021.

CRUZ, Josilda Ferreira et al. Associação da doença hepática gordurosa não-alcoólica e do modelo de avaliação da homeostase de resistência à insulina. Revista Eletrônica Acervo Saúde, v. 12, n. 11, p. e4105-e4105, 2020.

DA SILVA, Débora Gonçalves et al. Doença hepática gordurosa não alcoólica: atualização sobre a fisiopalogia. Brasília Med, v. 52, n. 3/4, p. 108-115, 2015.

DE AGUIAR, Oliveiros Guanais. Função hepática e anestesia. Brazilian Journal of Anesthesiology, v. 30, n. 1, p. 67-80, 2020.

DE JESUS, Gisleide Cardoso; DE SOUSA, Helio Henrique Barros Arruda; BARCELOS, Rejane da Silva Sena. Principais patologias e biomarcadores das alterações hepáticas. Revista EVS-Revista de Ciências Ambientais e Saúde, v. 41, n. 3, 2014.

DE SOUZA BRITO, Igor Gabriel et al. A prevalência de casos de fibrose e cirrose hepática na população brasileira no período entre 2014 a 2018. Brazilian Journal of Development, v. 8, n. 5, p. 37709-37723, 2022.

DO PRADO, Raissa Ferreira; DE LIMA COSTA, Loriane Rodrigues; PIRES, Carla Regina. Fitoquímicos no tratamento da Esteatose Hepática não Alcoólica. Revista Terra & Cultura: Cadernos de Ensino e Pesquisa, v. 37, n. 72, p. 51-66, 2021.

FERNANDES, Rosângela Mathias; BARBOSA, Aurélio de Melo; SUEN, Vivian Marques Miguel. Eficácia e segurança de mudanças no estilo de vida na esteatose hepática não alcoólica: revisão rápida de evidências. 2021.

LIMA, João Marcos Silva de. Prevalência de doença hepática gordurosa não alcoólica em pacientes com psoríase atendidos em um centro de referência do Nordeste. 2021.

LIMA, Manuela Machado. Perfíl Clínico e Epidemiológico das Doenças Hepáticas Crônicas da Cidade de Teresópolis. Revista da JOPIC, v. 4, n. 8, 2022.

MIQUELITO, Juliana; SIQUEIRA, Emílio Conceição. Evolução da doença hepática gordurosa não alcoólica: revisão de literatura. Revista de Saúde, v. 13, n. 1, p. 34-40, 2022.

NAVARRO, Antonio Coppi; NAVARRO, Francisco Nunes. Revista brasileira de obesidade, nutrição e emagrecimento. 2022.

PERIN, N. M. et al. Avaliação laboratorial do fígado. Documento Científico. Departamento Científico de Hepatologia, p. 1-3.

SANTANA, Jéssica Teles et al. Perfil metabólico e antropométrico dos pacientes obesos e não obesos portadores de esteatose hepática não alcoólica. Revista Eletrônica Acervo Saúde, v. 13, n. 2, p. e5525-e5525, 2021.

SILVA, A. L. F. da et al. Percepção da Qualidade de Vida e Prevalência de Sintomas de Depressão em Universitários. Revista de Casos e Consultoria, [S. l.], v. 12, n. 1, p. e25958, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/casoseconsultoria/article/view/25958. Acesso em: 25 nov. 2023.

SILVA, Luiza de Campos Moreira da et al. Análise da elastografia por ultrassonografia em pacientes com esteatose hepática. Radiologia Brasileira, v. 53, p. 47-55, 2019.

VASCONCELOS, Rosangela Batista de. Função hepática: marcadores bioquímicos da função hepática. 2022.

VERAS, Rafael dos Santos Cruz et al. Perfil das doenças hepáticas crônicas no ambulatório do Unifeso. Cadernos da Medicina-UNIFESO, v. 1, n. 1, 2018.

ZEM, Carolina; RIPKA, Thais de Cristo; VIEIRA, Luana Rafaela. Alterações laboratoriais e o impacto da mudança no estilo de vida na esteatose hepática não alcoólica (NASH): uma revisão. 2022

Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.