FONOAUDIOLOGIA NA INTRODUÇÃO ALIMENTAR DE CRIANÇAS COM FISSURA LABIOPALATINA
PDF (Português (Brasil))

Keywords

Fenda labial
fissura palatina
nutrição da criança
fonoaudiologia
reabilitação

How to Cite

Marques, L. S., Motta, P. de P., & Amorim, B. J. L. (2023). FONOAUDIOLOGIA NA INTRODUÇÃO ALIMENTAR DE CRIANÇAS COM FISSURA LABIOPALATINA. REVISTA FOCO, 16(11), e3683. https://doi.org/10.54751/revistafoco.v16n11-164

Abstract

A fissura labiopalatina é uma condição congênita que envolve uma abertura nos lábios superiores e/ou no palato, o que pode afetar a alimentação e a nutrição adequada do bebê, a introdução alimentar em bebês com fissura labiopalatina exige cuidados específicos e uma equipe multidiciplinar para garantir que a criança receba a nutrição adequada e melhore habilidades alimentares. O principal objetivo do fonoaudiólogo é avaliar, diagnosticar e tratar os problemas de comunicação oral, deglutição e alimentação que podem estar associados a essa condição. Métodos: Este estudo consiste em uma revisão bibliográfica de literatura que abrange publicações em revistas nacionais e internacionais listados nas base de dados das ciências em saúde Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), PubMed, CoDAS (Communication Discordrs, Audiology and Swallowing), Scielo (Scientific Eeltronic Library Onliny). Também foi utilizada a ferramenta Google Acadêmico por possuir uma ampla biblioteca eletrônica com diversas pesquisas científicas. Resultados:  O resultado deste estudo bibliográfico destaca a importância do cuidado multidisciplinar no manejo da fissura labiopalatina em bebês, destacando o papel fundamental do fonoaudiólogo no processo de alimentação e comunicação. Conclusão: A introdução alimentar cuidadosa, com o apoio do fonoaudiólogo, contribui para minimizar complicações nutricionais e promover o desenvolvimento de habilidades essenciais. Além disso, o fonoaudiólogo ajuda a construir uma relação positiva com os alimentos e fortalecer a autoestima da criança, tornando-se um elemento crucial no cuidado integral desses pacientes.

https://doi.org/10.54751/revistafoco.v16n11-164
PDF (Português (Brasil))

References

ALARCÓN, K. M. G.; SÁ, Á. J. DE A. Epidemiological profile of patients with orofacial cleft treated by a reference surgical team in the State of Amazonas, Brazil. Revista Brasileira de Cirurgia Plástica (RBCP) – Brazilian Journal of Plastic Sugery, v. 32, n. 4, p. 486–490, 2017. http://www.dx.doi.org/10.5935/2177-1235.2017RBCP0080

BERNARDO, B. D. et al. FISSURAS LÁBIO-PALATINAS: Tipos de Tratamento - Revisão de Literatura. Conversas Interdisciplinares, v. 13, n. 3, 2017. https://doi.org/10.21115/cinter.v13i3.3984

BIANCA GOMES PEREIRA. A MULTIDISCIPLINARIDADE EM FISSURAS LABIOPALATINAS. Revista Científica Multidisciplinar UNIFLU, v. 4, n. 2, p. 207–225, 2019. http://www.revistas.uniflu.edu.br:8088/seer/ojs3.0.2/index.php/multidisciplinar/article/view/213

BERNARDES, M. C.; BATISTA, F. R. DE S. A IMPORTÂNCIA DA REABILITAÇÃO ORAL DE FISSURAS LABIOPALATINAS. Revista Ibero-Americana de Humanidades, Ciências e Educação, v. 8, n. 10, p. 558–578, 31 out. 2022. https://doi.org/10.51891/rease.v8i10.7110

CABRAL, C. et al. Abordagem fonoaudiológica em pacientes com fissura labiopalatal em serviço especializado de alta complexidade na região oeste do Paraná. Research, Society and Development, v. 10, n. 10, p. e144101019062, 20 ago. 2021. https://doi.org/10.33448/rsd-v10i10.19062

DA RÉ, A. F. et al. Programa de Extensão para atendimento das fissuras labiopalatinas: atendimento fonoaudiológico. Research, Society and Development, v. 11, n. 6, p. e47911629395, 4 maio 2022. https://doi.org/10.33448/rsd-v11i6.29395

DUARTE, G. A.; RAMOS, R. B.; CARDOSO, M. C. DE A. F. Feeding methods for children with cleft lip and/or palate: a systematic review. Brazilian Journal of Otorhinolaryngology, v. 82, n. 5, p. 602–609, set. 2016. https://doi.org/10.1016/j.bjorl.2015.10.020

GRAZIANI, A. F. et al. Ampliação e validação do protocolo de avaliação miofuncional orofacial para indivíduos com fissura labiopalatina. CoDAS, v. 31, n. 1, 2019. https://doi.org/10.1590/2317-1782/20182018109

HOFFMANN, J. et al. Perfil epidemiológico de lactentes com fissura labiopalatina: uma perspectiva fonoaudiológica. Research, Society and Development, v. 11, n. 6, p. e40511629146, 1 maio 2022. https://doi.org/10.33448/rsd-v11i6.29146

KLAUCK, C. M. et al. Elaboração de uma cartilha para orientação da alimentação complementar em lactentes com fissura labiopalatal. Research, Society and Development, v. 11, n. 8, p. e9811830596, 11 jun. 2022. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v11i8.30596

MELISO RODRIGUES SILVESTRE, C. et al. Atuação Fonoaudiológica e Fisioterápica nas Fissuras Orofaciais não Sindrômicas. UNICIÊNCIAS, v. 24, n. 2, p. 205–210, 23 fev. 2021. https://doi.org/10.17921/1415-5141.2020v24n2p205-210

RIBEIRO, L. ATUAÇÃO FONOAUDIOLÓGICA NA AMAMENTAÇÃO DE BEBÊS COM FISSURA PALATINA. Revista Científica Multidisciplinar UNIFLU, v. 4, n. 2, p. 91–104, 2019. http://www.revistas.uniflu.edu.br:8088/seer/ojs3.0.2/index.php/multidisciplinar/article/view/220

SIGNOR, R. DE C. F. Abordagem fonoaudiológica nas fissuras orofaciais não sindrômicas: revisão de literatura. Rev. ciênc. méd., (Campinas), p. 49–67, 2019. https://docs.bvsalud.org/biblioref/2020/01/1047805/med-5-00_4379.pdf

SOUZA, L. C. DE M. et al. Fissuras labiopalatinas: do diagnóstico ao tratamento. Revisão de literatura. Research, Society and Development, v. 11, n. 17, p. e249111739067, 27 dez. 2022. https://doi.org/10.33448/rsd-v11i17.39067

Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.