O ENSINO DE ELETROQUÍMICA NO ENSINO MÉDIO POR INVESTIGAÇÃO: UMA ABORDAGEM À LUZ DA APRENDIZAGEM COOPERATIVA
PDF (Português (Brasil))

Keywords

Aprendizagem
cooperativa
investigação

How to Cite

Lima, L. M. do N., da Silva, E. F., & Alencar, W. A. M. (2023). O ENSINO DE ELETROQUÍMICA NO ENSINO MÉDIO POR INVESTIGAÇÃO: UMA ABORDAGEM À LUZ DA APRENDIZAGEM COOPERATIVA . REVISTA FOCO, 16(11), e3663. https://doi.org/10.54751/revistafoco.v16n11-145

Abstract

Esta pesquisa intitulada “O Ensino de Eletroquímica no Ensino Médio por Investigação: uma abordagem à luz da Aprendizagem Cooperativa” tem o como objetivo geral analisar a validade do uso da estratégia didática do ensino por investigação amparada na aprendizagem cooperativa usando o método de Jigsaw, aplicada ao ensino de Eletroquímica no ensino médio com vistas a melhoria da aprendizagem. Nesse contexto, entende-se que o ensino e a aprendizagem em química se revelam um desafio nos dias atuais, por conta da demanda de um ensino que esteja ancorado no cotidiano dos alunos, reclamando uma abordagem significativa que potencialize a apreensão do conteúdo e a reflexão crítica acerca dos saberes em trânsito na mediação didática. A questão norteadora da pesquisa foi baseada no uso de metodologias de ensino investigativo-cooperativo, logo a metodologia desenvolvida realizou-se por questionário fechado e o público-alvo foram cinquenta (50) alunos da 3ª série do ensino médio da escola pública Raimundo Viana Pinto, localizada no Estado do Pará. O trabalhou chegou à conclusão que quando problematizado em contexto cooperativo de aprendizagem poderá possibilitar a promoção do conhecimento, estimulando a criação da cultura investigativa e da atividade interativa. Além disso, a estratégia didática aplicada teve boa receptividade pelos alunos que desenvolveram atitudes proativas, responsáveis e autônomas no processo de aprendizagem, estimulando o trabalho em grupo e o desenvolvimento da autonomia, despertando nos alunos os valores de integração social e responsabilidade, condição indispensável para a formação de um cidadão capaz de atuar criticamente na vida social. 

https://doi.org/10.54751/revistafoco.v16n11-145
PDF (Português (Brasil))

References

BRASIL. MEC. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais: ensino médio. Brasília, 1999. 394p.

CARVALHO, A. M. P. Ensino e aprendizagem de ciências: referenciais teóricos e dados empíricos das sequências de ensino invéstigativo (SEI). In: Longhini, M. D. (org). O uno e o diverso na educação. Uberlândia, MG: EDUFU, 2011.

FONTES, A. E FREIXO, O. Vygotsky e a Aprendizagem Cooperativa. Lisboa: Livros Horizonte, 2004.

GIL, A. C. Como elaborar Projetos de Pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

LOPES, J.; SILVA, H, S. Aprendizagem Cooperativa na sala de aula: um guia prático para o professor. 1. ed. Lisboa: Lidel, 2009.

NEVES, J. L. Pesquisa qualitativa – características, uso e possibilidades. Cadernos de pesquisa em administração, São Paulo. V. 1, nº 3, 2ºsem. 1996

OLIVEIRA, J. R. S. A Perspectiva Sócio-histórica de Vygotsky e suas Relações com a Prática da Experimentação no Ensino de Química. ALEXANDRIA Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, v.3, n.3, p.25-45, nov. 2010

TORRES, Patrícia L., ALCÂNTARA, Paulo R., IRALA, Esrom A. F. Grupos de consenso: uma proposta de aprendizagem colaborativa para o processo de ensino-aprendizagem. In: Revista Diálogo Educacional. v. 4. n. 13. p. 129-145. Curitiba: 2004.

VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. São Paulo: Martins Fontes, 1984.

Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.