ESTUDO DA IMPLEMENTAÇÃO DE UMA ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DO EFLUENTE DO PERCOLADO DA BARRAGEM DE REJEITOS DE UMA MINA DE MINÉRIO DE COBRE
PDF (Português (Brasil))

Keywords

Mineração em alto horizonte
estação de tratamento de efluentes
sustentabilidade
viabilidade econômica

How to Cite

Marques, J. C., Silva, E. M. S., Silva, A. C., da Silva, F. G., Evangelista, G. J., Moares, N. C. de A., de Rezende, P. H. C., & de Almeida, C. A. V. (2023). ESTUDO DA IMPLEMENTAÇÃO DE UMA ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DO EFLUENTE DO PERCOLADO DA BARRAGEM DE REJEITOS DE UMA MINA DE MINÉRIO DE COBRE. REVISTA FOCO, 16(11), e3506. https://doi.org/10.54751/revistafoco.v16n11-141

Abstract

No processo produtivo de concentrado sulfetado de cobre ocorre geração de uma quantidade significativa de efluentes que não atendem aos requisitos ambientais de descarte. Os desafios operacionais, atrasos no desenvolvimento da mina e os custos, associados ao bombeamento desses efluentes, destacam a importância desse tema. Essa pesquisa tem como objetivo apresentar uma proposta de implementação para uma Estação de Tratamento de Efluente (ETE) em uma operação da mineradora localizada em Alto Horizonte/GO. A metodologia empregada envolveu a caracterização do efluente, uma avaliação teórica e a condução de testes piloto para determinar as especificações necessárias para o projeto de uma ETE com uma capacidade para tratar 300 m³/h. Os resultados obtidos indicaram que sua implementação é viável economicamente e atende às regulamentações ambientais. A análise econômica mostrou que o investimento é justificável, considerando os benefícios da redução do volume de efluentes acumulados na mina. Além disso, o projeto poderá contribuir significativamente para o balanço hídrico da empresa, permitindo o descarte adequado dos efluentes e o aumento da disponibilidade de água para a comunidade local. A implementação da estação é fundamental para o desenvolvimento sustentável da empresa e o cumprimento dos padrões ambientais.

https://doi.org/10.54751/revistafoco.v16n11-141
PDF (Português (Brasil))

References

AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS (ANA). A gestão dos recursos hídricos e a mineração. Agência Nacional de Águas, Coordenação-Geral das Assessorias; Instituto Brasileiro de Mineração; organizadores, Antônio Félix Domingues, Patrícia Helena Gambogi Boson, Suzana Alípaz. Brasília: ANA, 334p, 2006.

BERGAMIN, D.P. Tratabilidade da água do Rio Gualaxo do Sul em Mariana -MG: Parâmetros otimizados para projeto de unidades de coagulação e floculação. Ouro Preto: UFOP, 2017. Disponível em: https://www.monografias.ufop.br/handle/35400000/1196. Acesso em: 28 set. 2023.

BICHUETI, R.S.; MADRUGA, L.R.D.R.G.; GOMES, C.M.; ROSA, L.A.B.D. O uso da água na mineração: uma análise da produção científica internacional. Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade, [S. l.], v. 3, n. 2, p. 58-73, 2014. DOI: 10.5585/geas. v3i2.129. Disponível em: https://periodicos.uninove.br/geas/article/view/9871. Acesso em: 28 set. 2023.

OLIVEIRA, A.P.D.; LUZ, A.B.D. Recursos hídricos e tratamento de águas na mineração. Rio de Janeiro: CETEM/MCT, 2001. Disponível em: http://mineralis.cetem.gov.br/bitstream/cetem/349/1/sta-24.pdf. Acesso em: 27 set. 2023.

Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Jocimar Cintra Marques, Elenice Maria Schons Silva, André Carlos Silva, Fagno Gonçalves da Silva, Glauber Julio Evangelista, Nayara Cristina de Azevedo Moares, Paulo Henrique Cardoso de Rezende, Carlos Alberto Vieira de Almeida