A PAUSA NO TRABALHO DOS OPERADORES DE CAIXA (CHECKOUT) DE UM HIPERMERCADO: EM BUSCA DA QUALIDADE DE VIDA E DO BEM-ESTAR OCUPACIONAL
PDF (Português (Brasil))

Keywords

Trabalho
trabalhadores
descanso
promoção da saúde
Modelos de qualidade de vida no trabalho.

How to Cite

Costa, S. A., Spagnol, C. A., de Almeida, V., & da Silva, S. M. (2023). A PAUSA NO TRABALHO DOS OPERADORES DE CAIXA (CHECKOUT) DE UM HIPERMERCADO: EM BUSCA DA QUALIDADE DE VIDA E DO BEM-ESTAR OCUPACIONAL. REVISTA FOCO, 16(11), e3436. https://doi.org/10.54751/revistafoco.v16n11-143

Abstract

Objetivos: identificar fatores que interferem na qualidade de vida no trabalho (QVT) dos operadores de caixa de um hipermercado de Minas Gerais; compreender o entendimento que os operadores de caixa têm acerca da pausa no trabalho e identificar junto aos trabalhadores estratégias que proporcionem a pausa no trabalho e o bem-estar ocupacional. Método: a investigação foi realizada dentro da abordagem qualitativa de pesquisa. Os participantes foram os operadores de caixa e as lideranças que atuam nos setores “Gestão de Gente” e “Frente de Caixa”. Para a coleta de dados realizou-se cinco grupos focais e os dados foram analisados por meio da análise de conteúdo temática. Resultados: os resultados demonstraram condições de trabalho inadequadas; falta de colaboração para se cumprir a escala da pausa; ambiente insalubre destinado às pausas; entre outros. Na visão dos participantes, esses fatores e outros considerados externos ao ambiente laboral, interferem na produtividade, no bem-estar ocupacional e na QVT. Conclusão: os participantes discutiram e analisaram as responsabilidades, direitos e deveres dos trabalhadores e o papel da liderança. Além disso, apontaram sugestões para se gerenciar melhor a pausa no trabalho. Como produto dessa investigação foram implementadas estratégias que podem contribuir para maior humanização do ambiente laboral.

https://doi.org/10.54751/revistafoco.v16n11-143
PDF (Português (Brasil))

References

ABBASI, A. M. et al. Combined effects of noise and air temperature on human neurophysiological responses in a simulated indoor environment. Applied Ergonomics, v. 88, 103189, 2019. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0003687018303703?via%3Dihub DOI: https://doi.org/10.1016/j.apergo.2020.103189.

ALIAGA, P. E. et al. La charla motivacional: Una estrategia para abordar el desconocimiento de factores de riesgo ergonómico en un supermercado chileno. Ciencia & Trabajo, v. 18, n. 56, p. 106-109, 2016. Disponível em: http://www.scielo.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0718-24492016000200005&lng=es. DOI: http://dx.doi.org/10.4067/S0718-24492016000200005

AQUINO, A.S.; FERNANDES, A. C. P. Qualidade de vida no trabalho. Journal of the Health Sciences Institute, v. 31, n. 1, p. 53-58, 2013. Disponível em: https://repositorio.unip.br/journal-of-the-health-sciences-institute-revista-do-instituto-de-ciencias-da-saude/qualidade-de-vida-no-trabalho/?order=ASC&orderby=date&perpage=12&search=AQUINO&pos=1&source_list=collection&ref=%2Fjournal-of-the-health-sciences-institute-revista-do-instituto-de-ciencias-da-saude%2F

AYRES, K. V. Tecno-stress: um estudo em operadores de caixa de supermercado. In: 24º Encontro Nacional de Programas de Pós-Graduação - ENANPAD, 2000, Florianópolis. Anais do 24º Encontro Nacional de Programas de Pós-Graduação - ENANPAD, 2000.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2016.

BATIZ, E. C.; SANTOS, A. F.; LICEA, O. E. A. A postura no trabalho dos operadores de checkout de supermercados: uma necessidade constante de análises. Production, v. 19, n. 1, p. 190–201, 2009. Disponível em: https://www.scielo.br/j/prod/a/MjrB5K4wdr7BYscH6PZ6rLG/?lang=pt# DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-65132009000100012

BRASIL. Decreto-Lei nº 5.452, de 1 de maio de 1943. Aprova a Consolidação das Leis do Trabalho. Diário Oficial da União, Brasília, 09 ago. 1943.

BRASIL. Ministério da Saúde. Política Nacional de Humanização. Brasília, 2013.

BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego. Manual de aplicação da Norma Regulamentadora nº 17. 2. ed. Brasília, 2002.

BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego. Portaria GM n° 3751, de 23 de novembro de 1990. Altera a Norma Regulamentadora nº 17 - Ergonomia. Diário Oficial da União, Brasília, 26 nov. 1990.

CORRÊA, M. C. A.; OLIVEIRA, G.; OLIVEIRA, A. C. O grupo focal na pesquisa qualitativa: princípios e fundamentos. Revista Prima, v. 2, n. 1, p. 34-47, 2021. Disponível em: https://revistaprisma.emnuvens.com.br/prisma/article/view/41

FLICK, U. Desenho da pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Bookman, 2009.

HIPÓLITO, M. C.V. et al. Qualidade de vida no trabalho: avaliação de estudos de intervenção. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 70, n. 1, p. 189-97, 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/j/reben/a/BxsFxTtvZdJjMtv4hdXC5Yx/?lang=pt DOI: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2015-0069

MELO JUNIOR, A.S.; RODRIGUES, C. L. P. Avaliação de estresse e dor nos membros superiores em operadores de caixa de supermercado na cidade de João Pessoa: estudo de caso. In: XXV Encontro Nacional de Engenharia de Produção, 2005. Porto Alegre. Anais do XXV Encontro Nacional de Engenharia de Produção, 2005.

MÉLOU, A. C. S. A. et al. Uma análise da psicodinâmica do trabalho de operadora de caixa de supermercado. Cadernos de Psicologia Social do Trabalho, v. 24, n. 2, p. 235-248, 2021. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/cpst/article/view/175950 DOI: https://dx.doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v24i2p235-248.

MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo: Hucitec-Abrasco, 2014.

MINGHELLI, B. et al. Work-related self-reported musculoskeletal disorders in hypermarket cashiers: a study in south of Portugal. La Medicina del Lavoro. v. 110, n. 3, p. 191-201, 2019. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7812540/ DOI: https://doi.org/10.23749/mdl.v110i3.7771

ROXÔ, L.C. et al. Work activity and musculoskeletal symptoms in female cashiers. Revista Brasileira de Medicina do Trabalho, v. 19, n. 3, p. 324-331, 2021. Disponível em: https://www.rbmt.org.br/details/1617/en-US DOI: https://doi.org/10.47626/1679-4435-2021-615

SILVA-PEREIRA, R. et al. Tendinite do manguito rotador em operadores de caixa de supermercado: contributos para a vigilância de saúde. Revista Brasileira de Medicina do Trabalho, v. 15, n. 2, p. 158-166, 2017. Disponível em: https://docs.bvsalud.org/biblioref/2017/08/848124/rbmt-v15n2_158-166.pdf. DOI: http://dx.doi.org/10.5327/Z1679443520176048

SOUZA, J. A. C.; MAZINI, M. L. Análise ergonômica dos movimentos e posturas dos operadores de checkout em um supermercado localizado na cidade de Cataguases, Minas Gerais. Gestão & Produção, v. 24, n. 1, p. 123–35, 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/j/gp/a/F6XzfccxmTqyXsP8FGyVXTj/abstract/?lang=pt DOI: https://doi.org/10.1590/0104-530X1376-16

SPAGNOL, C. A. et al. Escalda-pés: cuidando da enfermagem no Centro de Material e Esterilização. Revista SOBECC, v. 20, n. 1, p. 45-52, 2015. Disponível em: https://revista.sobecc.org.br/sobecc/article/view/79

SPAGNOL, C. A. Home vs. office ou home e office: a importância da pausa no trabalho. Revista Brasileira de Medicina do Trabalho, v. 21, n. 1, e2023857, 2023. Disponível em: https://rbmt.org.br/details/1815/pt-BR DOI: http://dx.doi.org/10.47626/1679-4435-2023-857

TRELHA, C. S. et al. Análise de Posturas e Movimentos de Operadores de Checkout de Supermercado. Fisioterapia em Movimento, v. 20, n. 1, p. 45-52, 2007.

Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Silvana Aparecida Costa, Carla Aparecida Spagnol, Vanessa de Almeida, Silmar Maria da Silva