ANÁLISE DA GRANULOMETRIA E GRAU DE ARREDONDAMENTO DO CONCENTRADO DE CROMITA SOB DIFERENTES CONDIÇÕES DE MOAGEM
PDF (Português (Brasil))

Keywords

Cominuição
flotação
Análise Digital

How to Cite

Bergamini, A., Silva, A. C., Silva, E. M. S., & Gomes, B. de O. (2023). ANÁLISE DA GRANULOMETRIA E GRAU DE ARREDONDAMENTO DO CONCENTRADO DE CROMITA SOB DIFERENTES CONDIÇÕES DE MOAGEM. REVISTA FOCO, 16(11), e3431. https://doi.org/10.54751/revistafoco.v16n11-139

Abstract

O mineral minério cromita é fundamental na indústria e metalurgia, sendo a principal fonte de cromo para ligas de aço inoxidável. Composta por óxidos de cromo e ferro, pode conter traços de alumínio e magnésio. No contexto brasileiro, a produção cresce impulsionada pelas indústrias siderúrgica e metalúrgica, com reservas notáveis na Bahia, Minas Gerais e Amapá. O grau de arredondamento, medido nesse trabalho, através da Análise e Processamento Digital de Imagens (PADI), acaba por influenciar o rendimento e a qualidade do processo de flotação, já que um maior grau de arredondamento da cromita impacta negativamente a flotabilidade do mesmo. Este estudo visou analisar a distribuição granulométrica e o grau de arredondamento de um concentrado de cromita, submetido a variadas condições de moagem, objetificando a certificação de que o material estaria apto para uma posterior etapa de flotação. Os testes laboratoriais abrangeram peneiramento a úmido e microscopia óptica digital. Os resultados indicam que, embora a granulometria não tenha sido ajustada pelos parâmetros de moagem, os graus de arredondamento obtidos são apropriados. Essa pesquisa contribui com embasamento técnico-científico para pesquisas futuras acerca da concentração de cromita.

https://doi.org/10.54751/revistafoco.v16n11-139
PDF (Português (Brasil))

References

MORAES, Y. F P. et al. Anuário Mineral Brasileiro: principais substâncias metálicas. Agência Nacional de Mineração. Brasília: ANM, 2023.

GUVEN, Onur et al., Effect of particle shape properties on selective separation of chromite from serpentine by flotation. Physicochemical Problems of Mineral Processing, [s. l.], 25 jul. 2020.

LEROY, SOPHIE, et al. Optical Analysis of Particle Size and Chromite Liberation from Pulp Samples of a UG2 Ore Regrinding Circuit. Minerals Engineering, vol. 24, no 12, outubro de 2011, p. 1340–47.

MINISTRY OF MINES (CONTROLLER GENERAL INDIAN BUREAU OF MINES). GOVERNMENT OF INDIA. Monograph on CHROMITE. [S. l.: s. n.], 2013.

MURTHY, Y. RAMA; TRIPATHY, Sunil Kumar; KUMAR, C. Raghu. Chrome ore beneficiation challenges & opportunities – A review. Minerals Engineering, [s. l.], 7 jan. 2011.

SAMPAIO J. A. et al. Cromita. In: LUZ A. B. (Editor). Rochas & Minerais Industriais. Rio de Janeiro: CETEM/MCT, 2005. 351-373.

SAMPAIO, J. A.(Ed.) ; FRANÇA, S. C. A.(Ed.); BRAGA, P. F. A. (Ed). Tratamento de minérios: práticas laboratoriais. Rio de Janeiro: CETEM, 2007. 570p.

Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Arthur Bergamini, André Carlos Silva, Elenice Maria Schons Silva, Bruna de Oliveira Gomes